www.rotarycentrohistorico.org.br

rcstp.centrohistorico@gmail.com

Rotary Club Stna. Parnaíba Centro Histórico

Reuniões 


Segundas-feiras às 20h00
Local: Restaurante Kanto Madeira

Alameda Madeira, 444
Alphaville – Barueri – SP
Telefones do resturante
(11) 4191-5340 / (11) 4191-5945


Indicações aqui

Acompanhe a    Agenda do Clube


Distrito: 4610
Número do Clube:  72.962

Apoie nossos projetos

Mesmo não sendo rotariano, você pode

apoiar nossos projetos, especialmente se algum for de sua  especial dedicação. 

 Fale conosco

Lema 2014-2015


Lema 2015-2016


Lema Permanente


Prova Quádrupla

 

Siga-nos

      RC Santana de Parnaíba  
                 Centro Histórico 



Este site funciona em todos os navegadores e também em mobiles 

Central de Downloads do Clube

 

Vamos combater a Dengue!


Todos juntos, vamos combater a epidemia de dengue.  Todos podem colaborar.  Fazemos um resumo dos cuidados necesssários e registramos  duas receitas caseiras de repelente do mosquito Aedes aegypti. 

Meu Rotary

Você faz parte da Família Rotária?

  Acesse aqui    Meu Rotary 


A presidente do Rotary Club Santana de Parnaíba Centro Histórico, Virgínia de Moraes Teixeira, e a companheira Roberta Cristinia Rossa assistiram palestra com o ministro do STF,  Ricardo Lewandowski,   na reunião-almoço mensal do Instituto dos Advogados de São Paulo, ocorrida no Jockey Club Cidade Jardim em 28 de novembro (2014), na capital. O evento fez parte da Semana Nacional da Conciliação, coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça, do qual Lewandowski também é presidente,  para o qual nosso clube foi convidado.  O temaque era   “Desafios e perspectivas do Judiciário” tornou-se um libelo pela necessidade urgente de implantar uma cultura de mediação. 

Para o ministro, é essencial "sair de uma cultura de litigiosidade e ir para uma cultura de pacificação. E isso será feito pela promoção de meios alternativos de solução de controvérsias, como a conciliação, a mediação e a arbitragem”.   Lewandowski  conclamou os  órgãos representantivos da sociedade civil, como associações de classe e de setor econômico, citando nominalmente os Rotary Clubs  a apoiar e incentivar a disseminação da cultura de conciliação, evitando o litígio.

"Com uma média de um processo para cada dois brasileiros, a conciliação e a mediação no país deixaram de ser uma política do Judiciário e se tornaram uma política de Estado, com a maior participação do Executivo e do Legislativo",  informou Lewandowski , presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Dentro em breve teremos um marco legal que incentivará esse modo alternativo de solução de controvérsias”, afirmou o ministro. 

De acordo com ele, o método tem três propósitos:
  • resolver o acervo do Poder Judiciário, que já alcança a  marca de 100 milhões de processos, segundo estatísticas do CNJ;  
  • empoderar o cidadão para que possa ele próprio encontrar o caminho para a solução das suas controvérsias  
  • e pacificar as partes envolvidas nos conflitos.

 “Nosso objetivo é transformar a sociedade ao substituir a cultura do litígio pela de paz”, afirmou. 

Em sua palestra, o ministro também garantiu  durante a sua gestão no STF vai reforçar medidas para diminuir o número de processos.   Lewandowski estimou que o tribunal irá editar de 50 a 100 súmulas vinculantes até o fim de seu mandato.

Copyright ©  2014 - 2015 - 2016  — Rotary Club Santana de Parnaíba Centro Histórico   

Imagem Pública 

Textos de autoria de terceiros estão devidamente creditados